Skip to main content

Compartilhe isso!

Você sabe o que significa turnover?

Trata-se de um dos principais indicadores utilizados para medir a saúde organizacional de empresas de diferentes tamanhos e segmentos de mercado.

A análise do índice turnover permite entender e melhorar a qualidade dos processos de recrutamento e de seleção de talentos. Além disso, é possível também ter uma compreensão mais clara sobre a capacidade que a empresa tem de reter os seus colaboradores.

Para que você possa saber tudo sobre esse valioso indicador de desempenho, elaboramos aqui um guia bem completo que vai explicar:

  • O que significa turnover;
  • Qual a importância de fazer o cálculo turnover;
  • Quais são as causas do turnover;
  • Como é feito o cálculo turnover;
  • Qual o turnover ideal.

Convidamos você a continuar a leitura deste conteúdo para conferir também 10 dicas essenciais de como melhorar o turnover de uma empresa:

  1. Investigue os motivos para a saída e para a permanência dos funcionários;
  2. Realize pesquisas de clima organizacional;
  3. Promova melhorias no seu processo de recrutamento e seleção de talentos;
  4. Invista no treinamento dos colaboradores;
  5. Incentive o equilíbrio entre vida profissional e pessoal;
  6. Remunere os funcionários com salários competitivos;
  7. Reconheça e valorize os esforços dos colaboradores;
  8. Conte com um plano de carreira;
  9. Adote a cultura do feedback;
  10. Ofereça boas condições de trabalho.

Leia também: 3 práticas empresariais que ajudam a diminuir o índice de turnover

O que significa turnover?

Podemos definir o que significa turnover como a taxa de rotatividade. Trata-se de um indicador de desempenho que mostra a relação entre admissões e desligamentos do quadro de funcionários da empresa durante um período específico de análise.

O índice turnover busca calcular mensurar as demissões voluntárias e involuntárias e as novas contratações de talentos em relação ao total de funcionários ativos.

Este post pode interessar a você: O que é employer branding e como ele impacta positivamente sua empresa

Qual a importância de fazer o cálculo turnover?

Calcular o índice turnover é uma prática indispensável para empresas que querem manter a rotatividade de funcionários sob controle.

Quando o turnover encontra-se muito elevado, um dos principais impactos que a empresa sofre é o financeiro. Isso porque a saída de funcionário implica o aumento de gastos com rescisões contratuais, processos de recrutamento e seleção, treinamentos e onboarding.

Além disso, a alta rotatividade pode ocasionar na queda de produtividade e na sobrecarga de trabalho dos colaboradores que permanecem na empresa.

Ao fazer o cálculo do índice turnover, é possível entender melhor a qualidade da gestão de pessoas e, a partir disso, fazer as melhorias necessárias para deixar essa taxa em um nível razoável.

Quais são as causas do turnover?

Como vimos, a perda de talentos pode trazer consequências negativas para a empresa, especialmente em se tratando de profissional altamente qualificados.

Nesse sentido, é importante estar atento às principais causas para o turnover. São elas:

  • Remuneração pouco competitiva;
  • Condições de trabalho desfavoráveis;
  • Treinamento ineficiente;
  • Problemas no relacionamento interpessoal entre os colaboradores e entre estes e seus líderes;
  • Gestores pouco qualificados e despreparados;
  • Falta de reconhecimento;
  • Sobrecarga de trabalho;
  • Abuso de poder dos cargos de liderança.

Uma correta gestão de pessoas pode ajudar significativamente a diminuir o turnover, veja dicas de como adotar essa prática em sua empresa:

Como fazer gestão de pessoas

Como é feito o cálculo turnover?

Agora que você já sabe o que é, qual a importância e quais são as principais causas do turnover, é hora de descobrir como fazer o cálculo turnover na sua empresa.

Basicamente, há três formas de calcular esse importante indicador de desempenho. A escolha vai depender do enfoque que você quer dar à análise da rotatividade de funcionários.

Cálculo turnover geral

Nesse primeiro método para calcular o índice turnover, busca-se avaliar o resultado geral.

Para isso, somam-se admissões e desligamentos de um período específico e depois o resultado dessa soma é dividido por dois. Em seguida, o resultado dessa operação é dividido pelo total de funcionário que a empresa tem hoje.

A fórmula para o turnover geral é a seguinte:

  • Turnover geral = ([total de admissões + total de desligamentos] / 2) / total de funcionários hoje

Suponhamos que a sua empresa conte, atualmente, com 120 funcionários ativos. Nos últimos 12 meses, foram contratados 25 novos funcionários e demitidos outros 30.

Aplicando a fórmula anterior, temos:

Turnover geral = ([25 + 30] / 2) / 120

(55 / 2) / 120

27,5 / 120 = 0,229

Multiplicando por 100 temos o resultado percentual de 22,9% de taxa turnover.

Cálculo turnover de desligamentos

Se o enfoque da sua análise for os desligamentos, você pode aplicar a seguinte fórmula:

  • turnover de desligamento = total de desligamentos / total de funcionários ativos hoje

Seguindo o exemplo anterior, a sua taxa de turnover seria de 25%.

Há ainda a possibilidade de separar esses desligamentos em voluntários e involuntários. Ou seja, a fórmula é a mesma, mas é feita a separação entre os funcionários que foram demitidos e aqueles que pediram demissão.

Se, por exemplo, dos 30 desligamentos, 20 foram voluntários e 10 foram involuntários, teríamos como taxas de turnover 16,6% e 8,3%, respectivamente.

Utilizar esses dois enfoque para analisar a taxa de turnover pode te ajudar a ter um compreensão mais clara sobre os motivos para a saída de funcionários.

Quando os desligamentos voluntários são superiores aos involuntários, é sinal de que a sua empresa está tendo dificuldade em reter esses profissionais.

Já quando essa situação se inverte, pode ser um indicativo de que o seu processo de recrutamento e seleção é falho e ineficaz. Isso porque os profissionais contratados não possuem o “fit” para o cargo que ocupam ou não se identificam com a cultura da empresa.

Cálculo turnover de admissão

O turnover de admissão tem como foco a saída de profissionais contratados recentemente. A fórmula é a seguinte:

  • Turnover de admissões = desligamentos com menos de 6 meses após a contratação / total de colaboradores hoje.

Se 7 dos 30 desligamentos do nosso exemplo ocorreram dentro dos 6 primeiros meses de contratação, o resultado do turnover de admissões seria de 5,8%

O objetivo desse método para cálculo turnover é avaliar a eficácias das estratégias de gestão de pessoas voltadas para os novos talentos. Se muito elevado, esse índice pode representar uma falta de alinhamento de expectativas.

Veja este vídeo da RH Academy e descubra mais detalhes de como calcular o turnover em sua empresa de forma bastante didática:

Qual o turnover ideal?

O resultado do cálculo do índice de turnover vai depender das particularidades do modelo de negócio, como o mercado em que ele está inserido, seu porte e o tipo de solução comercializada.

Além disso, é importante ressaltar que a rotatividade de pessoal não necessariamente significa algo ruim. Isso porque a renovação de talentos é algo natural e saudável para o bom funcionamento da empresa.

Tendo isso em vista, é comum que as empresas busquem manter sua taxa de turnover a, no máximo, 10%. Mas, volto a lembrar, a resposta para qual o turnover ideal precisa considerar o contexto da sua empresa.

10 dicas de como melhorar o turnover de uma empresa

Reduzir a taxa de rotatividade é essencial para garantir a saúde financeira de uma organização e tornar os seus processos mais eficientes. No entanto, essa é uma tarefa, no mínimo, desafiadora.

Para te ajudar, separamos aqui 10 dicas fundamentais de como melhorar o turnover de uma empresa.

1 – Investigue os motivos para a saída e para a permanência dos funcionários

A primeira dica para melhorar o turnover da sua empresa consiste em investigar e identificar as causas para o desligamento dos funcionários e também para permanência dos que escolhem ficar.

Dessa forma, é possível fazer as melhorias necessárias na gestão de pessoas e reforçar o que tem dado certo.

2 – Realize pesquisas de clima organizacional

Para reduzir a rotatividade de funcionários, busque realizar pesquisas periódicas de clima organizacional. A intenção é que você consiga entender a percepção dos colaboradores e avaliar o quão satisfeitos eles estão com a empresa.

Leia mais: É possível controlar o clima organizacional e a motivação em tempos de crise?

3 – Promova melhorias no seu processo de recrutamento e seleção de talentos

Conforme já mencionado em linhas anteriores, um processo ineficaz e deficiente de recrutamento e seleção é um dos principais fatores que contribuem para a alta taxa de turnover.

Tendo isso em vista, procure ser mais criterioso ao selecionar os profissionais e seja claro na descrição da vaga.

Confira em nosso blog: Gestão por competência: definição, vantagens e como fazer

A gestão por competências procura encontrar colaboradores com as competências ideias para ocupar determinados cargos e também desenvolvê-las internamente, caso sejam necessárias para a evolução da carreira desses colaboradores.

Veja mais benefícios da gestão por competências:

Gestão por competência

4 – Invista no treinamento dos colaboradores

Procure realizar treinamentos com os seus colaboradores a fim de garantir que eles tenham domínio sobre suas funções e possam aprimorar suas habilidades e conhecimentos.

Confira também: Educação continuada nas empresas: entenda o que é essa estratégia e saiba como implementá-la em 7 passos

5 – Incentive o equilíbrio entre vida profissional e pessoal

Outra dica que você deve implementar é incentivar os seus colaboradores a manterem o equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Para isso, ofereça carga horária flexível e a possibilidade de trabalhar em home office.

Dessa forma, eles se sentiram mais satisfeitos e menos sobrecarregados.

6 – Remunere os funcionários com salários competitivos

A baixa remuneração é um dos principais motivos para o aumento da taxa de rotatividade. Sendo assim, ofereça salários competitivos aos seus funcionários para evitar que eles procurem outras empresas com remuneração mais atrativa.

Leia também: Remuneração de executivos: entenda o que é, as principais vantagens, exemplos e 5 dicas de como aderir na sua empresa

7 – Reconheça e valorize os esforços dos colaboradores

Todo funcionário gosta (e precisa) de se sentir valorizado pela empresa para a qual ele trabalha. Portanto, busque reconhecer e valorizar os esforços dos seus colaboradores.

Ofereça benefícios e recompensas (não necessariamente monetárias) para as metas conquistadas e faça elogios pelo bom trabalho.

8 – Conte com um plano de carreira

Para reter seus funcionários, ofereça a eles um plano de carreira. Com a possibilidade de ascender dentro da empresa, a tendência é que eles optem por permanecer na organização.

Veja também: Colaboradores motivados: montando uma política de cargos e salários

9 – Adote a cultura do feedback

O feedback é indispensável para a gestão de pessoas. Implemente essa cultura na sua empresa para mostrar aos colaboradores que pontos eles podem melhorar e também ressaltar seus acertos.

Veja mais: Veja a importância e 4 dicas de como dar um feedback negativo para um funcionário

10 – Ofereça boas condições de trabalho

Por fim, para melhorar o turnover na sua empresa, ofereça aos seus colaboradores boas condições de trabalho.

Um ambiente limpo, organizado, com boas ferramentas, cadeiras e mesas em bom estado, iluminação decente, segurança e conforto fazem toda a diferença na taxa de rotatividade e na retenção de talentos.

Saiba mais: Como fazer gestão de pessoas, conquistar colaboradores e reter talentos de uma vez por todas

Bom, o que você achou do nosso guia sobre índice turnover?

Agora que você já sabe o que é, como calcular e o que fazer para manter esse indicador sob controle, coloque em prática as recomendações que citamos aqui e obtenha melhores resultados na sua empresa.

Confira um resumo dessas dicas neste infográfico:

Cálculo turnover

A Setting é uma empresa de consultoria com foco em resultados. Por meio de uma abordagem sistêmica e da excelência no que faz, pode ajudar sua empresa em diversas áreas de gestão, inclusive na gestão de pessoas.

Quer dicas nessa área de atuação? Então, baixe um de nossos e-books gratuitos: 8 dicas de como gerenciar conflitos na empresa

Flavia Secaf

Flavia Secaf

Sócia, Consultora e Coach, Flavia Stuart Secaf especialista em psicologia clínica, psicologia da educação e gestão empresarial, atuou em instituições públicas e privadas como consultora, orientadora e avaliadora educacional. Psicóloga clínica pela PUC-SP e Coach Executiva e Life Coach pelo ICI - Integrated Coaching Institute.

Comentários no Facebook